quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Derby com hino Nacional

Na noite do Dérby do Minho, espectáculo não faltou nas bancadas do D. Afonso Henriques.
A Sul, os White Angels em bom número deram o mote para que todo o estádio puxasse pelo Vitória.
A Nascente, o recém-criado movimento de apoio, constituído maioritariamente por jovens ultras do Vitória, numa zona onde militam muitos antigos Insane, começaram por fazer uma bonita coreografia e durante todo o jogo cantaram e puxaram pela equipa.

O momento mais alto foi quando começaram a cantar o hino Nacional, contagiando rapidamente aos 16500 Vitorianos presentes no estádio, estes, entoaram bem alto o nosso hino, tudo perante o olhar e atenção dos 600 bracarense presentes na Norte inferior. No final do hino, todo o estádio bateu palmas, excepto os adeptos adversários.
A última vez que se tinha cantado o hino Nacional em Guimarães, foi no jogo internacional Vitória – Portsmouth, também por iniciativa dos grupos unidos da nascente, sedeados nesta zona inferior aos Insane.

Assim, estão reunidas condições para que Doravante, o Vitória passe a contar com mais um forte grupo de apoio, mesmo não se tratando de uma claque. Ainda que o estádio seja todo ele infernal nos jogos em casa.